Mural de graffiti sobre a exploração ambiental da Amazônia ganha o Boulevard Olímpico | WWF Brasil

Mural de graffiti sobre a exploração ambiental da Amazônia ganha o Boulevard Olímpico



08 Agosto 2019   |  
Graffiti sobre Amazônia no Boulevard Olímpico é parceria de artistas plásticos com WWF-Brasil e MAUP
© Reprodução / Sebá Tapajós / Robson Sark / WWF-Brasil
Por WWF-Brasil

Nos primeiros dias de agosto, uma das paredes dos armazéns do Boulevard Olímpico ganhará cores diferentes. São as cores vivas da biodiversidade amazônica, do olhar penetrante de uma onça pintada ao nascer do sol visto das palafitas ribeirinhas. Mas essas cores também trazem o senso de urgência e de desesperança, pois retratam algumas das ameaças que rondam a floresta.

Dando sequência a um projeto de 2018 --“A Amazônia que inspira precisa respirar”, que articulou um grupo de artistas em nome da proteção da floresta--, Sebá Tapajós, do Pará, e Robson Sark, do Rio de Janeiro, tingiram as paredes com mais cores para a conscientização sobre a beleza e a necessidade de conservamos as florestas e todas as vidas que moram nela.



Situada em frente ao AquaRio, a pintura de grandes dimensões terá um QR code, que levará aos passantes que escanearem o código a uma página com dezenas de informações alarmantes sobre espécies ameaçadas, superfícies de desmatamento, impactos da mineração e muito mais.

Os artistas, sensibilizados pela questão ambiental, se propuseram a criar o painel a partir de algumas ameaças à maior floresta tropical do mundo. O WWF-Brasil fez a curadoria das informações para apoiar a iniciativa. A obra vem em um momento crítico para a proteção da Amazônia –os alertas de desmatamento têm mostrado aumento em relação aos períodos anteriores. Para se ter uma ideia, em julho, os dados do sistema Deter, do INPE, acusaram desmatamento de 2.254,9 km² apenas em julho de 2019, um aumento de 278% em relação ao ano anterior.

A majestosa onça
Um dos destaques do mural é para a onça pintada. Símbolo da floresta amazônica, a onça-pintada corre perigo devido à caça predatória ilegal e à perda de seu habitat em consequência do desmatamento ilegal e de obras de infraestrutura de grande porte. Estima-se que a Amazônia concentra 70% da população de onças-pintadas no mundo, número que soma cerca de apenas 7 mil animais.

“Com esse mural, queremos chamar atenção para a importância desses números, que só reforçam a urgência da preservação deste nosso tesouro brasileiro”, conta Sebá. Assinado por Sebá e Sark, o mural pretende não apenas entreter os cariocas e visitantes com a beleza exótica do horizonte amazônico, mas resgatar a empatia e a atenção para essa porção potente e carente do nosso país.

A iniciativa foi patrocinada pelo Núcleo Catarinense de Design.
 
Graffiti sobre Amazônia no Boulevard Olímpico é parceria de artistas plásticos com WWF-Brasil e MAUP
© Reprodução / Sebá Tapajós / Robson Sark / WWF-Brasil Enlarge
Graffiti sobre a Amazônia assinado pelos artistas Sebá Tapajós e Robson Sark
© Reprodução / Sebá Tapajós / Robson Sark / WWF-Brasil Enlarge

Comentários

blog comments powered by Disqus
DOE AGORA
DOE AGORA