Efetividade de Gestão das Unidades de Conservação no Estado do Acre



17 setembro 2009
Efetividade de Gestão das Unidades de Conservação do Estado do Acre
© WWF-Brasil
A publicação apresenta os resultados da parceria do WWF-Brasil com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e a Secretaria de Estado de Floresta do Acre e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade para avaliar a efetividade da gestão das unidades de conservação no Acre.

Para isso, foi estabelecido o marco zero do método Rappam (Rapid Assessment and Priotization of Protected Area Management), que permite a avaliação rápida e a priorização da gestão das unidades de conservação (UCs). O objetivo é fornecer ferramentas para o desenvolvimento de políticas adequadas à proteção de ecossistemas e à formação de um sistema viável de unidades de conservação.

Unidades de conservação são áreas especialmente protegidas destinadas primordialmente à conservação da natureza e ao uso sustentável dos recursos naturais.

Sua criação representa um passo fundamental para a conservação dos ecossistemas e para a manutenção da qualidade de vida do homem na terra. Um dos grandes desafios para a implementação das unidades de conservação é assegurar a efetividade de sua gestão.

Para enfrentar esse desafio, em 2004, a Convenção sobre a Diversidade Biológica adotou o Programa de Trabalho para as Áreas Protegidas, que determina aos países signatários que implantem a avaliação da efetividade de gestão de seus sistemas de áreas protegidas até 2010.

O Brasil já deu alguns passos nesse sentido. Durante os anos de 2005 a 2007, o Ibama, em parceria com o WWF-Brasil, realizou o estudo Efetividade de Gestão das Unidades de Conservação Federais do Brasil (IBAMA & WWF-BRASIL, 2007), quando foram analisadas 246 unidades de conservação federais, ou seja, 84,82%, do número total de UCs (290) existentes e geridas pelo Ibama naquele período. Depois dessa análise sobre o sistema federal de UCs, é a vez de iniciar a avaliação dos sistemas estaduais.

O estudo Efetividade de Gestão das Unidades de Conservação no Estado do Acre contemplou 17 unidades de conservação e representa passo importante na busca do aperfeiçoamento gerencial e do desenvolvimento das potencialidades das unidades de conservação.
Efetividade de Gestão das Unidades de Conservação do Estado do Acre
© WWF-Brasil Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA