Grupo entrega manifesto contra a liberação da caça no Brasil | WWF Brasil

Grupo entrega manifesto contra a liberação da caça no Brasil



11 Junho 2019   |  
Grupo entrega manifesto contra a liberação da caça no Brasil
© WWF Brasil

Um grupo de organizações da sociedade civil, parlamentares e artistas entregou nesta terça-feira (11) um manifesto contra a liberação da caça no Brasil ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A entrega do documento fez parte do evento "Um Dia Animal!", iniciativa do deputado Fred Costa (Patriota-MG). O Manifesto inclui um abaixo assinado com mais de 700 mil assinaturas contra a caça no Brasil e também uma pesquisa encomendada pelo WWF-Brasil ao Ibope que aponta que 93% dos Brasileiros são contra a caça.

Há no momento 4 PLs (projetos de lei) em tramitação que visam liberar a caça no país --atualmente a prática é ilegal por meio da lei 5.197/1967 (Código de Fauna). São eles: (1) PL 6.268/2016, de autoria de Valdir Colatto (MDB/SC), que cria "fazendas de caça"; (2) PL 7.136/2010, de Onix Lorenzoni (DEM-RS), que repassa aos municípios a prerrogativa de deliberar a caça local; (3) PLP 436/2014, de Rogério Peninha Mendonça (MDB/SC), para que a “caça, a apanha e o manejo de fauna” possam ser realizadas por simples ação administrativa dos Estados, tirando a exclusividade da União e (4) PL 1.019/2019, de Alexandre Leite (DEM/SP), que cria o Estatuto dos CACs (Colecionadores, Atiradores e Caçadores), para dispor sobre o exercício das atividades de colecionamento, de tiro desportivo e de CAÇA, em todo o território nacional.

Brasileiros contra a caça
A grande maioria dos brasileiros, 93% da população, é contra a caça, revela pesquisa Ibope a pedido do WWF-Brasil, divulgada em 22 de maio. O Ibope ouviu 2002 pessoas em 142 municípios. Entre as mulheres, a rejeição à caça chega a 95%, enquanto que, para os homens, é de 90%. A condenação à prática aumenta na mesma proporção do nível de instrução. Chega a 94% para quem tem curso superior completo, a 93% para os que cursaram entre a 5ª e a 8ª série (93%) e a 90% entre os que têm até a quarta série do ensino fundamental. Os moradores de capitais e municípios de periferia apresentam índice de rejeição de (95%). Nas cidades do interior, esse número é de 91%. 

Quando são comparadas as regiões geográficas, os altos índices de rejeição se mantêm. O menor aparece no Nordeste (91%) e o maior está no Sudeste (94%). Nas regiões Norte e Centro-Oeste, o índice é de 92%, enquanto que na região Sul chega a 93%. A rejeição também se mantém praticamente inalterada nas diferentes faixas de renda familiar: 91% nas famílias que ganham até 1 salário mínimo, 93% entre 1 e 5 salários mínimos e chega 90% nas famílias que ganham mais de 5 salários. 

Grupo entrega manifesto contra a liberação da caça no Brasil
© WWF Brasil Enlarge

Comentários

blog comments powered by Disqus
DOE AGORA
DOE AGORA