Inovações em defesa da biodiversidade são apresentadas em SP | WWF Brasil

Inovações em defesa da biodiversidade são apresentadas em SP



06 Dezembro 2018   |  
Felipe Spina fala durante o Sustainable Brands SP 2018
© Douglas Santos
Por Douglas Santos

Tecnologia e inovação podem contribuir para reverter as perdas de biodiversidade e as mudanças climáticas, esse foi um dos pontos discutidos na mesa de debates “Soluções exponenciais em defesa da biodiversidade”, realizada durante o Sustainable Brands SP 2018, realizado nos dias 04 e 05 de dezembro no Pavilhão das Culturas Brasileiras, Parque do Ibirapuera em São Paulo, SP.

O relatório PLANETA VIVO 2018, recém-lançado internacionalmente pelo WWF (Fundo Mundial Pela Natureza), mostra que a janela para atuarmos na mudança urgente da trajetória da curva de perda de biodiversidade e de aumento de emissões de gases de efeito estufa está se fechando. 

Segundo Felipe Spina, Biólogo do WWF-Brasil e mediador da mesa, a tecnologia é chave para mudar esse jogo. “Nosso desafio é promover as tecnologias, trazer soluções e apresentar para os públicos projetos capazes de solucionar seus problemas de forma exponencial. Temos como auxiliar a dar escala e criar conexões com as inovações que surgem no mundo todo”, afirmou Spina.

Graças aos avanços dos últimos anos, os dados de monitoramento de campo podem ser coletados com mais facilidade e melhor gerenciados com o uso de tecnologias para conservação como drones, sensores ambientais, armadilhas fotográficas, aplicativos móveis e outras ferramentas. 

Durante todo o debate, as soluções apresentadas buscavam reduzir as emissões de gás carbônico na atmosfera. “Se continuarmos a queimar petróleo na velocidade que estamos hoje, a espécie humana desaparece antes de acabar o petróleo. Hoje, a matriz solar é a que mais cresce entre as fontes energéticas disponíveis. Isso mostra que estamos buscando uma transição energética, mas infelizmente a velocidade ainda não está adequada à nossa urgência”, afirmou Filipe Ivo, Diretor de Novos Negócios da Sunew, empresa produtora de placas solares orgânicas.

Henrique Pereira, Co-Founder e CEO da Way Carbon, empresa especializada em processamento de dados e desenvolvimento de estratégias em ecoeficiência, apontou que o Brasil é um dos países com maior exposição às mudanças no mundo. 

“Os efeitos dessas mudanças podem atingir a captação de água, agricultura e geração de energia, o que afeta outras questões de maneira transversal e ampliam as consequências. Quase todos os aspectos da mudança do clima possuem longas escalas temporais, ou seja, um resíduo leva anos para deixar de causar impactos”, disse Pereira durante a apresentação.

A Gerente Nacional do Plastic Bank no Brasil, Kellen Ribas, indicou o blockchain como um dos caminhos para reduzir as emissões de gás carbônico na atmosfera. “Buscamos soluções que integram os atores das cadeias de produção, capazes de gerar valor compartilhado e ampliar a capacidade de inovação. O Plastic Bank pretende monetizar o desperdício de plástico e melhorar a vida das pessoas diretamente afetadas”, afirmou.

Sobre o Sustainable Brands SP 2018

O Sustainable Brands SP 2018 é o principal evento do Brasil de inovação nos negócios orientada pela sustentabilidade. O SBSP18 é realizado há mais de uma década em 12 cidades mundiais, como Vancouver, Paris e Tóquio. Esta é sua sexta edição no Brasil e contará com a presença de importantes palestrantes nacionais e internacionais, além de empresas cruciais para o desenvolvimento de negócios sustentáveis. Este ano, o tema Redesigning the Good Life dá continuidade a uma jornada de aprendizagem que começou em 2017 com Redefining the Good Life e se completa em 2019 com Delivering the Good Life.
Felipe Spina fala durante o Sustainable Brands SP 2018
© Douglas Santos Enlarge

Comentários

blog comments powered by Disqus
DOE AGORA
DOE AGORA