Ações e resultados | WWF Brasil

Ações e resultados



As principais ações do WWF-Brasil na Amazônia são:
  • Criação e implementação de áreas protegidas (unidades de conservação de proteção integral, como parques e reservas biológicas) e recuperação de Áreas de Preservação Permanente (como topos e encostas de morros), além de áreas de uso sustentável. O programa ARPA - Áreas Protegidas da Amazônia tem por objetivo assegurar a conservação de 12% das florestas tropicais com representação de todas as ecorregiões do bioma.
  • Definição de critérios e estudos para identificar áreas prioritárias para conservação.  Um bom exemplo é o apoio técnico e financeiro do WWF-Brasil ao Zoneamento Econômico Ecológico do Estado do Acre.  Mais recentemente, a organização está trabalhando em parceria também com o estado do Amazonas no ZEE.
  • Plano de manejo e apoio à implementação do Parque Nacional do Jaú (AM), bem como apoio à criação e implementação da Reserva Sustentável Mamirauá (AM)
  • Fortalecimento da sociedade civil organizada de Rondônia para o monitoramento das políticas públicas florestais
  • Campanha pela valorização das reservas legais e matas ciliares

As principais ações de educação ambiental e comunicação são:

  • O programa de rádio Natureza Viva, transmitido para toda a Amazônia, dá voz aos povos da floresta, informa e discute questões de meio ambiente e gênero, sendo uma poderosa ferramenta de comunicação e de educação ambiental
  • Capacitação e treinamento de multiplicadores e educadores, principalmente professores do ensino fundamental, através de oficinas para elaboração de materiais didáticos, constituição e consolidação de rede para troca de informações e experiências.
  • Caravana Mergulhão
  • Apoio técnico e financeiro a instituições locais e movimentos sociais, através de capacitação e treinamentos
  • Produção, promoção e distribuição de produtos de comunicação com resultados e casos de sucesso, bem como de vídeos, mapas, cartilhas e manuais
  • Capacitação e treinamento de ambientalistas e de jornalistas para ampliar e melhorar a inserção na mídia espontânea (jornalística)
  • Campanhas de mobilização na defesa de políticas públicas, como no caso do Código Florestal e da lei do SNUC
  • Monitoramento, apoio e promoção de políticas em prol do meio ambiente (criação e implementação de florestas públicas de produção, linhas de crédito e incentivos fiscais para o bom manejo e certificação florestal, ZEE, ICMS Ecológico e outras)