WWF-Brasil celebra o Dia Mundial dos Oceanos em Fernando de Noronha | WWF Brasil

WWF-Brasil celebra o Dia Mundial dos Oceanos em Fernando de Noronha



19 Junho 2017   |  
Dia Mundial dos Oceanos em Noronha
© WWF-Brasil
Por Juliana Marinho

A ode aos oceanos não podia ficar de fora nesta ilha cativante. Em Fernando de Noronha, se vive e se deslumbra com oceano todos os dias. Por esta razão, a gratidão a ele se tornou tarefa quase diária dos moradores e turistas que passam por aqui. Porém, em homenagem ao Dia dos Oceanos, o WWF- Brasil organizou uma série de comemorações, tornando ainda mais especial este dia 8 de junho.
 
Integrando as ações da Semana do Meio Ambiente da única escola da ilha, a Escola de Referência Ensino Médio Arquipélago de Fernando de Noronha (EREM-AFN), o WWF- Brasil acompanhou alunos do 2º e 3º anos em expedições até a Ilha Rata, ilha secundária do Arquipélago, onde conversou com os alunos sobre a importância dos oceanos para a nossa existência, sobre a Amazônia Azul e o lixo oceânico.
 
Durante o fim de semana, uma atividade que misturou turistas e moradores debateu sobre o turismo sustentável em Noronha e o que cada pessoa pode fazer para impactar positivamente no lugar onde mora ou visita. Liderada pelo oceanógrafo Rafael Menezes, parceiro do WWF-Brasil e voluntário do ICMBio, a dinâmica realizada fez com que muitas sugestões viessem à tona, como o mês do “sem-canudo” na ilha, campanhas de conscientização, palestras informativas, proibição do uso de sacolas plásticas nos mercados.
 
“Nós observamos como as pessoas gostam de ser ecologicamente corretas e como essa atitude resulta em um certo status quando ela passeiam em Noronha. Assim, não seria tão difícil assim convencer as pessoas a aderirem a melhores atitudes”, concluiu uma visitante de Brasília. Segundo ela, "bastaria que isso estivesse mais entranhado nos guias, nas pessoas da comunidade, para ser passado com muita tranquilidade”, completou. O resultado virou um varal cheio de sugestões que serão apresentadas à Superintendência de Meio Ambiente da ilha.
 
Para finalizar as comemorações, foi realizada uma saída “de campo”, coordenada por Henrique Pistilli, conhecido como Homem Peixe, bodysurfer e seacouch. Os 30 participantes da atividade, entre turistas e moradores, literalmente se jogaram ao mar e aprenderam a fazer a tradicional apneia de Noronha (prática de mergulhar sem o uso de snorkels ou cilindros), nadar como golfinhos e apreciar sem medo o fundo do oceano e os paredões do Morro Dois Irmãos, O trajeto escolhido representa o número “8”, em uma espécie de zigue-zague entre os morros, ou, como Homem Peixe gosta de descrever, “fizemos o infinito, portanto, infinitamos”.
 
Naquela manhã ensolarada de domingo, o passeio estava recheado de cardumes de peixes brilhantes, tartarugas e até uma raia escondida embaixo da areia. Durante o percurso, o cardume de pessoas foi convidado pelo Homem Peixe a se conectar com o oceano e o balanço das ondas, que está associado à nossa respiração, ao nosso coração.
 
“Respirem profundamente e se conectem com essa energia, com a força dessas águas e deixem todos os seus medos para trás”, falou, no momento da passagem pelo meio dos morros, que é para ele uma espécie de portal.

Além de ficar na memória de todos os participantes, esta aventura foi captada por Fábio Borges, videomaker da ilha e parceiro do WWF-Brasil nessa empreitada. O material filmado se tornará um curta-metragem que revelará detalhes dessa experiência, inesquecível para muitos.
Dia Mundial dos Oceanos em Noronha
© WWF-Brasil Enlarge
Palestra na Ilha Rata
© Divulgação Enlarge
Dia Mundial dos Oceanos
© WWF-Brasil Enlarge
Curso de apneia com homem-peixe foi uma das atrações da data
© WWF-Brasil Enlarge

Comentários

blog comments powered by Disqus